terça-feira, 17 de março de 2009

Ópera para Elas



Gosto também de ópera.
Gosto de ouvi-la no silêncio do dia, bem alto, com a natureza como pano de fundo.
Gosto de recordar os anos vividos em Lisboa, dos meus passeios matinais e silênciosos e ouvir algures, alguém tocar piano ou mais à frente ainda uma voz aquecer as cordas vocais.
Gosto de recordar os meus serões enfiados no Teatro S. Carlos à descoberta de algo que me emocionasse mais ainda.
Hoje, tenho uma pequena discografia e de vez enquando uma das filhas espreita e aventura-se na sonoridade dum destes CDs.
Nem sempre é fácil explicar o enredo, a composição, a época...





A Kalandraka, em parceria com as edições Hipòtesi, publicou entre outros, Turandot de Giacomo Puccini, um drama lírico em 3 actos, baseado no conto homónimo de Carlo Gozzi, numa adaptação de Joan de Déu Prats, traduzido por Elisabete Ramos, Coro e Orquestra del Teatro Comunal dell'Opera di Genova, conduzido por Daniel Oren.

Foi uma maneira diferente de contar uma história, descobrir a ópera mergulhando na lenda de Turandot que assumbrava a China de então. Tentaram, elas também, desvandar as três enigmas...
Elas adoraram!

7 comentários:

Caterine disse...

ce livre à l'air magnifique! cette maison d'édition à l'air d'avoir quelques livres sympas.
je ne connais pas l'opéra. je vais essayer de l'écouter cette semaine.

vera disse...

música faz sempre falta, são esses discos (versão italiana)que eu levo para as viagens de carro, eles podem ir lendo o libretto. Mas tens razão, às vezes as histórias são tão rocambolescas ! na última viagem levAMOS O rigoletto e mesmo sendo uma versão da história adaptada para crianças ... c'était pas évident ... ;-)

maman xuxudidi disse...

Caterine, le siège de cette maison est espagnole et publie des livres très interessants, les auteurs-illustrateurs y jouent un rôle fondamental. Regarde ici www.kalandraka.com/

Vera, gostava que houvesse iniciativas para incentivar os jovens para o gosto da música como acontece em Espanha, França... Existe porgramação especial, tão bonita até para os pais. (Esta versão é italiana):)

macaumicau disse...

Apaixonei-me pela Turandot quando me passaram uma cassete mal gravada nos tempos do secundario. Muito bonitas as ilustracoes.

Virgínia disse...

Que inspiração! Obrigada :)
Saudades

sapatinhos de verniz disse...

o livro parece ser fantástico!
boa semana!

Vermelho morango disse...

A fotografia da menina, que nós achamos ser a Ju, está magnífica. Ficou a apetecer-me também vestir-me e pintar-me da mesma forma.
O livro também parece muito sugestivo.
Quanto a óperas, faz-me lembrar de quando era pequena e ficava fixada no canal 2 a ver operetas e bailados.
Terrível era quando a minha mãe me pedia para lhe fazer um favor e eu tinha que parar de ver. :))
Resmungava um pouco mas lá ia, contrariada, claro.
Só me acontecia isso com esses programas e com o do Vasco Granja com desenhos animados muito, muito giros.
Que giro, fizeste-me visitar um pouco o passado. Foi bom.
Beijinhos