sexta-feira, 25 de setembro de 2009

A importância do voto



Quando escrevi este post, lembrei-me da S., da E. e do A., mas também em todos aqueles que por hábito não votam.
Perante a indiferença ao voto, exprimo-me: quem não está indiferente, passará a palavra e todos nós vamos ganhar com isso. Traz um amigo também.

No Século XIX, depois das guerras liberais só alguns homens podiam votar. Com a implementação da República em 1910, os votos alargaram-se, mas houve uma regressão com o Estado Novo. Para a grande maioria das mulheres, não havia direito de voto.
A "Revolução dos cravos" trouxe-nos o direito completo de voto, por sufrágio universal.
Apesar das vicissitudes e das desilusões da politiquice, apesar de tudo, vale a pena votar, porque é o único momento em que podemos, em Democracia, dar a nossa opinião.
Em nome daqueles que lutaram para que isso fosse possível, devemos cumprir a nossa obrigação cívica, votando.
O voto é livre e secreto!

*A foto representa a capa do disco "Traz um amigo também" do Zeca Afonso. O cartaz do 25 de Abril, foi criado por Dionísio de 13 anos, do Liceu Nacional de Leiria, em 1979.

6 comentários:

rosário albuquerque disse...

quem não vota não tem o direito de criticar! não basta a conversa da sala de espera; esta é a nossa hora de dizermos o que pensamos, é só ír lá e fazer uma cruzinha!
A foto é magnifica!

ritacor disse...

Pois é Dianne, recusar a ir votar é uma falta de respeito para todos aqueles que lutaram, e deram as suas vidas nessa luta, para que todos nós hoje possamos ter esse direito - votar.
É muito importante ir votar, nem que seja em branco!, é o que digo sempre a quem "não se quer dar ao trabalho".

Um Abraço!

Débora disse...

A minha avó dizia : "antigamente, eu não podia votar, desde que passei a poder usar esse direito e dever, voto sempre" :)
Nós também e no domingo lá estaremos!

Carlos Albuquerque disse...

"...Traz um amigo também..."
Aqui estou, com muito gosto por ter lido este post. Por aqui deveria passar toda a gente.
BJS, um abraço e bom fim-de-semana

Anónimo disse...

Olá,gosto muito de visitar o teu blog!
Eu fico surpreendida com aquelas pessoas que na sua ignorância afirmam orgulhosamente que não estão para se dar ao trabalho de ir votar!Mas será que não compreendem que a sua indiferença é um ataque à democracia e uma falta de respeito por quem tanto lutou para que tivessemos liberdade?
Um dos grandes males deste país é também o desprezo pelo "dever da memória"...
Um abraço

Inês

inês nogueira disse...

Lembro-me tão bem desse cartaz. Tive imensos autocolantes iguais colados por todo o lado durante anos.
Para mim, sejam quais forem as eleições, votar é sempre emocionante. E quando vejo as mesas de voto cheias de gente de todas as idades, géneros e feitios, invariavelmente encho-me de esperança. A abstenção é um fenómeno que tenho dificuldade em entender.