terça-feira, 8 de junho de 2010

A fada dos dentes



Quando lhe caiu o molar, a M. decretou que não o entregaria à fada dos dentes preferindo ficar com ele.

Será que vou deixar de ser fada?
E eu que gosto tanto de exercer este papel!

Ao contrario, a C. ficou desesperada quando se apercebeu que nunca mais poderia entregar o dente à fada, a qual lhe disse que se ela escrevesse umas palavras, a fada de certeza, ia perceber.

Vinda a noite, deixou junto à mesa de cabeceira as seguintes palavras:

“Querida fada dos dentes,
Houve um pequeno imprevisto e o meu papá engoliu o meu dente.
Peço imensa desculpa. É por isso que lhe venho perguntar se não podia dar a prenda à mesma.
Obrigada,
Meus cumprimentos,...”


...

Continuamos sem a net!!!

7 comentários:

vera disse...

a fadinha dos dentes francesa ...
A nós quem os leva é um ratinho :-)

Bichos da Matos disse...

As tuas filhas são mesmo lindas e especiais, cada uma há sua maneira:)

Z disse...

Ah, muito boa essa carta.... merece prenda, nem que seja pela educação:)
fantastic!

Virgínia disse...

:)Ai o pai!... :))

Rosa Pomar disse...

Que linda história (fora a parte de continuarem sem net). E sim, por cá continua a ser um ratinho que leva os dentes e deixa uma prendinha em troca.

Alexandra Durão disse...

A M descobriu o ano passado que a fada dos dentes afinal era a mãe, tinha dez anos, mas o desgosto foi enorme. Custou-me vê-la tão triste por perder aquela fantasia tão infantil, crescer é difícil :- )

Corinne disse...

En Belgique, c'est aussi une petite souris qui vient chercher la dent sous l'oreiller et y laisse en échange un petit cadeau.Tes photos sont pleines de lumière et de tendresse. Je t'ai retrouvée via Bichos do matos...