domingo, 15 de novembro de 2009

Feira da Golegã









Por vontade de toda a família haveria cavalos em casa. Só respondo "sim", desde que ganhasse a taluda. Assím teríamos não só os cavalos como alguém para tratar deles.
Reconheço as vantagens de tratar e montar um cavalo e para a J. seria uma excelente terapia. É pena em Portugal, haver muito pouca documentação sobre a hipoterapia ou a equoterapia, mas gostei do que li aqui.

Este ano, demos outras oportunidades à Feira do S. Martinho que a nossa pequena escola costumava organizar. Deixei o meu contributo seguindo as instruções da Constança, realizando assim três sacos para guardar outros tantos.





Ontem fomos a Golegã e de dia, para elas poderem apreciar este ambiente único da feira do cavalo. E adoraram!

8 comentários:

Vermelho morango disse...

Também estivemos para ir, mas não ultrapassámos Leiria. Ficámos por ali e fomos ver o mar. Boa semana!

Virgínia disse...

E eu adoro as tuas fotografias que contêm sempre histórias infindáveis... Um abraço daqui para aí :)

Rosa Pomar disse...

São os cavalos e estes senhores janotas que dão mais trabalho às senhoras que ainda fazem meias à mão :) Lindas imagens!

Bichos da Matos disse...

Ia lá tantas vezes quando era pequena! tenho família perto da Golegã e adoro as paisagens do Ribatejo, obrigada por estas fotografias!

penélope disse...

... que saudades de ir à feira da Golegã! Obrigada por este bocadinho

Decostura disse...

Não conhecia o teu blog antes de hoje... Adoro !!

Cláudia disse...

Sempre tão bonitas as imagens, os percursos.
Sorte de quem por cá passa!
Cláudia

flor-de-vento disse...

que corajosa! durante essa semana não se fala noutra coisa aqui na escola a não ser em cavalos e feira. apesar de ter nascido no ribatejo não simpatizo muito com essa feira ou outras do género. aprecio os cavalos à solta na lezíria, de ver os touros na sua calma habitual e os campinos na sua lida. tudo o resto me irrita. mas gosto que as outras pessoas gostem :)