sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Teatro dum carnaval anunciado (I)

Sem desperdiçar material, usando o que a casa tem, decidimos há um mês atrás de criar as nossas máscaras. Nada de pinturas facias!
Com os jornais lidos, a cola branca e os balões de festas anteriores criamos uns rostos que ao longo dos vários fins-de-semana foram evoluindo para, nos próximos dias, serem exibidos.







Hoje a C. revela um novo rosto, o de um ribatejano, propietário e criador de cavalos.
Tem as polainas postas, roupas a condizer, o chapéu do bisavô Charles e a vara para mandar no cavalo.

6 comentários:

Cláudia disse...

Que bonito conjunto. Tão simples, sóbrio. A bengala é um tesouro!
Bj
Cláudia

Virgínia disse...

perfeito!!

Elsa Castelo disse...

Tão bonita. Fico com curiosidade para ver o que aí vem :)

By Deva disse...

Bem original ; )

ange porte 33 disse...

Ils sont magnifiques vos masques !!! C'est trop beau !!

SZ disse...

lindas as mascaras! adorei o corvo!